O escritório F.Costa & Antonia A.
visa proporcionar soluções jurídicas preventivas e TI o qual atendam adequadamente aos interesses de seus clientes, propomos alternativas preventivas com avaliação percuciente de riscos, orientação clara ao cliente através de experiência multifuncional adquirida ao longo do tempo.

Sempre atento, nosso escritório centraliza esforços numa atuação preventiva, estruturando negócios e contratos, sob as mais variadas formas jurídicas e informacionais, com o objetivo fundamental de garantir segurança a seus parceiros, propiciando agilidade e certeza no processo decisório.

Com atendimento personalizado e acessibilidade facil, o escritório atende perfis diferenciados no que concerne a pessoas físicas e jurídicas, respeitando as peculiaridades e buscando satisfazer às expectativas diferentes de cada uma delas.
  • Cível: reparação de danos, revisional de contratos e outros
  • Empresarial: Registro de Marcas no INPI, Trabalhista
  • Família: Divorcio, Alimentos
  • Sucessões: Inventários, Alvarás
  • Consultoria preventiva com parecer jurídico
  • GED - Gestão Eletrônica de Documentos (especificamente em birô de digitalização e indexação de documentos)
  • Toda a solução em GED é voltada em propor a melhor solução para o cliente
  • Consultoria em TI (Hardware e Software)
Textos do Blog

Educação, educações? O processo que se constrói para além dos muros da Escola.



* Por Diego Brito - 25/11/2013



Outro dia fui convidado a escrever algumas linhas para o site do Sinergia, e me peguei pensando em que contribuição poderia dar para a sociedade, enquanto socialização de saberes. E, obviamente, enquanto pedagogo, não poderia deixar de falar em educação. Logicamente, como sugeri no título, não pretendo me deter na fala sobre a institucionalização do processo de educação. Penso que urge ampliarmos os horizontes de nossas análises para além dos muros que cercam e, em dados momentos, limitam a ação educativa.



Pensar o termo educação se restringe muitas vezes à escolarização, no entanto, a primeira etapa para compreendermos esse processo numa abordagem mais ampla é lembrarmos o pensamento de Maria da Glória Gohn, ao dizer que a educação consiste no processo de absorção, reelaboração e transformação da cultura existente. Assim, a educação é um processo que acontece diariamente de forma livre e entre todos como forma de comunicar o saber sistematizado pela humanidade.



Autores apontam (e eu concordo) que não existe uma única forma de educar e nem a escola é único lugar onde a educação acontece, na realidade, a educação acontece em qualquer lugar onde haja saber a ser transmitido de pessoa a pessoa, o que aprender, formas e maneiras de aprendizagem. Neste sentido, ao se ampliar a definição de educação, torna-se mais fácil a percepção de que há inúmeras outras formas de pensá-la. 



Ainda na tentativa de ampliarmos o sentido do termo educação, poderíamos citar o caso das ONG’s no cenário brasileiro que atuam em lugares e âmbitos em que, muitas vezes, o poder público ainda não consegue chegar. Tenho coordenado um projeto de inserção de jovens no mercado de trabalho e esse trabalho me instiga a pensar em uma educação que ultrapassa os limites dos muros que cercam a institucionalização de um dos processos mais importantes da vida de qualquer um de nós. 



As Organizações Não Governamentais ganharam espaço na economia mundial desde o início dos anos 90, quando se passou a falar, inclusive, em novo setor da economia “o da economia social” (Gonh, 2005). No Brasil este fato é também crescente, na realidade, as ONG’s brasileiras passaram a tratar de um novo tipo de associativismo, agora estas organizações buscam parcerias também com órgãos públicos. O autor Martins (1994) colabora com a idéia de que a política educacional existe onde está e educação, porém, para ser possível a percepção dos traços desta, se faz necessário compreender quais são os campos de atuação da mesma.



Portanto, cabe salientar finalmente, que não se pode pensar em educação com olhos reducionistas de quem só percebe na escola um espaço de formação. Penso que urge criarmos alianças e parcerias que ultrapassem os limites impostos pela escola.



*Diego Brito é associado do Instituto Sinergia Social, pedagogo e especialista em Gestão Edicacional pela FA7. Atualmente é Professor e Coordenador Pedagógico no Instituto Aliança. Contato: paulo.diego@gmail.com








institutosinergiasocial@gmail.com

© 2013 - Instituto Sinergia Social. Todos direitos reservados.